Nadadora Jhennifer Alves é ouro em competição nos Estados Unidos

Esportista friburguense ficou em primeiro nos 50 metros peito no TYR Pro Swim Series com o tempo de 30s90

Por Matheus Oliveira
12/03/19 - 12:50
Nadadora Jhennifer Alves é ouro em competição nos Estados Unidos Jhennifer Alves conquista mais um título internacional em sua carreira | Foto: Satiro Sodré/SSPress (CBDA)

Uma nova conquista de um atleta friburguense. Na última semana, a nadadora Jhennifer Alves conquistou a medalha de ouro nos 50 metros peitos da segunda etapa do TYR Pro Swim Series, em Des Moines, Iowa. Jhennifer venceu com o tempo de 30s90, quarto melhor do mundo neste ano na prova.

A competição contou com a presença de brasileiros em razão de uma parceria entre o Comitê Olímpico do Brasil (COB) com a Confederação Brasileira de Desportos Aquáticos (CBDA). Outro grupo de nadadores tive as despesas pagas pelo clube paulistano Pinheiros. No geral, o Brasil faturou oito medalhas na competição; três ouros, duas pratas e três bronzes.

Jhennifer afirmou estar satisfeita com seus resultados: “estou voltando para casa feliz com meu desempenho na competição americana”.

Vale lembrar que, em 2017, Jhennifer quebrou o recorde sul-americano nos 50m peito, sua especialidade, com o tempo de 30s31.

Neste ano Jhennifer disputará o Troféu Maria Lenk, em março, na competição que servirá como seletiva tanto dos Jogos Pan-Americanos de Lima, no Peru, que acontecerão de 26 de julho a 11 de agosto, quanto do Mundial de piscina longa, que ocorrerá em Gwangju, na Coreia do Sul, entre 12 e 28 de julho.

“Minha ida aos Estados Unidos também foi baseada no fato de que eu queria começar esta temporada bem focada e alinhada com meu objetivo principal que é chegar aos Jogos Olímpicos de Tóquio 2020. Para isso, quero chegar bem ao Maria Lenk, que é meu principal foco neste ano, pois é a seletiva que temos no mês que vem e que decidirá as vagas do Brasil nos Jogos Pan-Americanos e no Mundial deste ano. Meu planejamento é fazer a marca de 1min07 e bater meu próprio recorde sul-americano, nos 50m peito que é de 30s51,” destacou.