Saiba como usar glitter no Carnaval sem prejudicar o meio ambiente

Produto muito usado nessa época do ano leva plástico e prejudica o ecossistema

Por Sara Schuabb
26/02/19 - 17:16
Saiba como usar glitter no Carnaval sem prejudicar o meio ambiente Na hora de brilhar no Carnaval, não esqueça de optar pelas marcas ecológicas | Foto: Banco de Imagem

Sempre presentes nos carnavais, o glitter e a purpurina – o pozinho mais fininho, são indispensáveis na hora de compor com brilho os enfeites, fantasias e maquiagens festivas. Mas o que muitos não sabem é que, apesar de serem como areias minúsculas, são feitos de plástico e demoram centenas de anos para se decompor, além de agredirem a natureza ao serem despejados pelo ralo.

Por conta de seu tamanho minúsculo, os microplásticos são praticamente impossíveis de serem recolhidos e, por essa razão, somam 85% de todo o plástico despejado na natureza, causando a morte de peixes, tartarugas e outros seres que os confundem com comida.

Pensando em reduzir o impacto ambiental, surgiram várias marcas de purpurinas ecológicas, também denominadas de “bioglitter”, “gliter orgânico” ou “eco glitter”, criadas a base de sais minerais e componentes alimentares, como , por exemplo, de gelatina de algas em pó.

Então, ao se preparar para o carnaval, fazer a make cheia de brilho ou montar aquela fantasia iluminada, tenha consciência e não esqueça de escolher uma marca que não agrida a natureza. É possível encontrar esse tipo de glitter a partir de R$ 8.

Algumas marcas que fabricam esse tipo de produto: Pura Bioglitter; Brilhow; BioGlitz; Glitra Bio; Shock; GlitteRevolution; Bem Viado Glitter; Glitterlution; Nurture Soap; Lua Branca – Aromas Naturais; Lá do Mato – Saboaria Natural; Lush e Glitter Glittter.