Audiência na Câmara de Friburgo debate instalação de Ecoponto em Lumiar

Encontro acontece nesta segunda, a partir da 16h, na sede do Legislativo friburguense

Por Matheus Oliveira
25/03/19 - 14:26
Audiência na Câmara de Friburgo debate instalação de Ecoponto em Lumiar A Câmara de Vereadores de Nova Friburgo discutirá implantação de estações de transbordo em distrito da cidade | Foto: João Luccas Oliveira

Uma polêmica envolvendo moradores do distrito de Lumiar e a Empresa Brasileira de Meio Ambiente (EBMA), responsável pelo serviço de coleta de lixo em Friburgo, na Região Serrana do Rio, motivou a convocação de uma audiência pública que acontecerá nesta segunda-feira, dia 25 de março, a partir das 16h, na Câmara Municipal de Nova Friburgo.

As instalações das estações de transbordo nos distritos de Campo do Coelho, Lumiar e São Pedro da Serra estão previstas no aditivo celebrado pela concessionária e a Prefeitura de Nova Friburgo em novembro de 2018. Em Lumiar, a estação ficaria perto da Pedra Riscada.

Entretanto, para tal instalação, é necessária licença do Poder Executivo que informou que, antes, a EBMA deverá apresentar o projeto à comunidade. De acordo com as características do empreendimento, não se faz necessário o Estudo de Impacto Ambiental/Relatório de Impacto Ambiental (EIA/Rima).

“A empresa vem realizando estudos, em conjunto com a prefeitura, para melhorar a coleta de resíduos nas áreas turísticas de Lumiar e São Pedro da Serra, com a intenção de retirar as diversas caixas estacionárias distribuídas de forma desordenada pelos distritos e disponibilizar um ecoponto na região”, informa a empresa. No mês passado, a EBMA cobriu, com tapumes verdes, o terreno onde pretende construir a estação.

O empreendimento não é visto com bons olhos pelos moradores do distrito. No dia 5 de março eles fizeram um protesto contra o que chamam de lixão. Após a colação dos tapumes, residentes contrários à ideia picharam o local.

Segundo a presidente da Associação de Moradores de Lumiar, Silvia Faltz, a empresa precisa discutir o projeto com a comunidade e que, no momento, os moradores são contra a obra.

“Vale destacar, que a empresa não possui um projeto e que a instalação de um Ecoponto deveria ter contêineres coloridos onde pudéssemos separar o lixo, conforme suas características. Mas não é isso que será instalado aqui e, sim, um lixão! Tememos que vaze chorume e afete o córrego que abastece nosso distrito. A primeira licença não foi aprovada, pois, eles precisam apresentar um projeto e debater esse assunto com a sociedade. Queremos apenas ser ouvidos e entender os planos para esta estação”, afirma Silvia.

De acordo com a Câmara Municipal, a audiência, proposta pelo vereador Christiano Huguenin (MDB), tem o objetivo de trazer a concessionária para esclarecer o que ela pretende instalar e tirar dúvidas da população envolvida.

Dentre os pontos que serão debatidos estão exatamente as instalações das estações de transbordo na cidade, em especial nos 3º, 5º e 7º distritos. Foram convidados para o debate representantes da Secretaria Estadual do Meio Ambiente de Nova Friburgo (INEA), da prefeitura e das associações ligadas à área de meio ambiente, dentre outros.