MENU

Portal Multiplix

Friburguense tem clube e estádio fechados, e funcionários e jogadores em casa

Saiba como está a situação do time de Nova Friburgo em meio à pandemia do novo coronavírus

Por Matheus Oliveira
20/03/20 - 16:47
Friburguense tem clube e estádio fechados, e funcionários e jogadores em casa O estádio Eduardo Guinle segue sem atividades em meio à pandemia do novo coronavírus | Foto: Arquivo/João Luccas Oliveira

Paralisado! Assim está o Friburguense, tanto no futebol quanto na parte social, em meio à pandemia do novo coronavírus, o covid-19, que já possui mais de 600 casos no país. Por isso fica a pergunta: como fica o principal clube da cidade em meio a esta pandemia.

No Brasil, diversos clubes ofereceram seus estádios e estruturas para ajudar as autoridades, como é o caso do Botafogo, no Rio de Janeiro, que deixou o estádio Nilton Santos, à disposição para combater à pandemia.

No Friburguense, segundo o diretor de futebol, José Eduardo Siqueira, o clube ainda não disponibilizou o estádio Eduardo Guinle ao município, mas esta opção não está descartada.

“Vamos aguardar as ações futuras, mas, claro, se os números crescerem e nos for solicitado, estaremos à disposição para discutir esta ideia. E vale lembrar que durante a tragédia de 2011 fomos o QG das Forças Armadas e abrimos mão até dos nossos treinos”, afirma Siqueira.

O diretor destaca ainda que os treinos estão paralisados, tanto para o profissional (algo que já ocorria), quanto para as divisões de base que disputam o Campeonato Carioca.

“Apenas um funcionário está trabalhando, o Ailton, que faz a manutenção do gramado e vai parar hoje. Os outros estão dispensados dos trabalhos e apenas eu irei ao estádio pela manhã tomando as devidas precauções”, afirma.

Ele destaca ainda que o elenco possui diversos jogadores que foram emprestados recentemente e que terão que voltar, pois os campeonatos estão parados.

No clube social, a diretoria divulgou comunicado no site oficial, na última quinta-feira, dia 19 de março, informando que “resolveu, através da publicação de portaria, suspender todas as atividades associativas pelo período de dez dias. Desta forma, as dependências ficam fechado durante este prazo, podendo a medida ser ampliada ou cessada, em acordo com o andamento da situação que envolve e mobiliza todo o Brasil”.

Ainda de acordo com a direção do Friburguense, novas medidas que não constam na portaria podem ser tomadas. A publicação afirma ainda que os serviços administrativos, escalas e dispensas de funcionários serão avaliadas de acordo com as orientações do Ministério da Saúde.


É proibida a reprodução total ou parcial dos conteúdos do Portal Multiplix, por qualquer meio, salvo prévia autorização por escrito.