Friburguense joga a vida no primeiro turno da Série B1 do Campeonato Carioca

Tricolor da Serra precisa vencer o Serra Macaense, neste sábado, às 15h, para seguir com chances de avançar à semifinal do primeiro turno

Por Matheus Oliveira
05/07/19 - 16:29
Friburguense joga a vida no primeiro turno da Série B1 do Campeonato Carioca Friburguense luta para se manter com chances de ser um dos semifinalistas da Taça Santos Dumont | Foto: Acervo/João Luccas Oliveira

É tudo ou nada para o Friburguense! É dessa forma que a equipe enfrenta o Serra Macaense, neste sábado, dia 6 de julho, às 15h, no estádio Antônio Ferreira Medeiros, o Ferreirão, na cidade de Cardoso Moreira. O jogo é válido pela 7ª rodada da Taça Santos Dumont, primeiro turno da Série B1 do Campeonato Carioca e é decisivo para as pretensões do Tricolor da Serra na competição.

O confronto diante da equipe do Norte fluminense é fundamental para o Frizão seguir vivo na Segundona Carioca. Isso porque o time ocupa atualmente a quinta posição do Grupo B com sete pontos. Como os dois primeiros colocados de cada avançam a semifinais, o Friburguense precisa vencer e torcer para o Campos, vice-líder com 11 pontos e um jogo a menos, não vencer nenhuma de suas partidas restantes.

A equipe da Região Serrana também necessita torcer contra o Serra Macaense, terceiro colocado, com nove pontos. O duelo também é importante para somar pontos na classificação geral do torneio.

Além do duelo diante do Serra Macaense, o Friburguense encara o Campos, em 20 de julho, em local ainda a ser definido. Pensando na sequência da temporada, o Tricolor vem reforçando seu elenco e aguarda as estreias de Jefinho e Maycon Douglas.

"Temos um grupo com jogadores de muita qualidade, mas aqueles que puderem vir para somar ainda mais, serão bem-vindos. O Jefinho e o Maycon são ótimos também, e vão dar uma dor de cabeça a mais para montar o time. O Jefinho esteve com a gente no ano passado, e o Maycon há algum tempo, sendo que saiu e passou por grandes clubes. Eles chegam para agregar e é importante para termos opções e montarmos a melhor equipe", afirma o técnico Cadão.

Já o Serra Macaense, com dois pontos a mais do que o Friburguense, também encara o duelo como uma verdadeira “final”. A equipe vem de derrota por 2 a 0 para o Bonsucesso.

“Nosso pensamento desde o começo da temporada, mesmo eu sem condições de jogo pude acompanhar e treinar com o elenco, se dá em cima do acesso. Para isso, cada jogo é uma final e não será diferente contra o Friburguense. Temos três jogos restantes nesse primeiro turno para conseguir nosso objetivo, mas não adianta pensar lá na frente e esquecer do próximo compromisso. Entramos desligados no domingo passado e vimos as consequências. Corrigimos os erros nos trabalhos da semana e sabemos o que precisamos fazer. Com respeito ao adversário, mas dentro de casa a imposição de jogo tem que ser nossa”, declara o zagueiro Anderson.