Flamengo vence o Vasco no primeiro jogo e abre vantagem na decisão do Carioca

Com dois gols de Bruno Henrique, Rubro-Negro venceu por 2 a 0 e pode até perder no segundo jogo para conquistar o título estadual

Por Matheus Oliveira
15/04/19 - 15:46
Flamengo vence o Vasco no primeiro jogo e abre vantagem na decisão do Carioca Bruno Henrique marcou dois gols e foi o herói do triunfo rubro-negro sobre o Vasco | Foto: Alexandre Vidal/Flamengo

Vantagem rubro-negra! Nos primeiros noventa minutos da decisão do Campeonato Carioca, disputado neste domingo, dia 14 de abril, no estádio Nilton Santos, melhor para o Flamengo. O Rubro-Negro derrotou o Vasco por 2 a 0, com dois gols de Bruno Henrique, e pode até perder por um gol de diferença no jogo da volta, no próximo domingo, 21, para celebrar pela 35ª vez, o título estadual.

Fla é superior em primeiro tempo sem gols

Com Arrascaeta no lugar de Diego, o Flamengo iniciou a partida pressionando a saída de bola do Vasco, forçando o rival a errar passes. Logo com um minuto o Rubro-Negro roubou a bola e Everton Ribeiro cruzou para Bruno Henrique furar na hora da finalização. O Vasco tentava sair jogando para explorar a velocidade de seus jogadores. Ficando mais com a bola, criou a sua primeira oportunidade em chute perigoso de Yago Pikachu.

Aos poucos, o Rubro-Negro voltou a comandar as ações, finalizando e pressionando a saída de bola rival, mas errando na hora de acertar o último passe ou as finalizações. Em duas oportunidades, Gabigol e Bruno Henrique apareceram na frente de Fernando Miguel, mas estavam impedidos.

O time da Gávea também criou chance em chute perigoso de Gabigol e em finalização de Arão, da entrada da área. O Vasco respondeu em contra-ataque, no qual Maxi Lopez entrou na área mas foi travado pelo zagueiro Leo Duarte.

Antes do intervalo, o Flamengo teve a melhor chance do jogo em chute forte de Everton Ribeiro, que Fernando Miguel espalmou para escanteio. Apesar das chances criadas, o jogo foi para o intervalo sem gols.

Vascaínos não conseguiram superar a marcação rubro-negro no primeiro jogo da final estadualVascaínos não conseguiram superar a marcação rubro-negro no primeiro jogo da final estadual | Foto: Rafael Ribeiro/Vasco

Estrela de Bruno Henrique brilha e Fla decide o jogo

Na segunda etapa, o técnico do Vasco, Alberto Valentim, voltou com Lucas Santos no lugar de Bruno César tentando dar mais velocidade ao time. Porém, quem acelerou o jogo foi o time da Gávea, que voltou a pressionar e levar perigo à meta do maior rival em cabeçadas de Gabigol e Rodrigo Caio. O Vasco respondeu em sua melhor chances no jogo: cabeçada de Marrony que bateu no travessão do goleiro flamenguista Diego Alves.

O Flamengo seguia ditando o ritmo do jogo e jogando no campo vascaíno. Aos 7 minutos, Arrascaeta deu passe para Bruno Henrique finalizar para boa defesa de Fernando Miguel. Na sequência, a pressão flamenguista deu resultado: Everton Ribeiro cruzou, Danilo Barcelos tentou cortar e a bola sobrou para Bruno Henrique abrir o placar aos nove minutos.

Com a desvantagem no placar, o Gigante da Colina se lançou à frente e passou a finalizar mais. A melhor chance foi em chute de Maxi López, que bateu na rede pelo lado de fora. O comandante vascaíno ainda mandou a campo Yan Sasse e Tiago Reis, em busca de uma reação.

Entretanto, aproveitando os espaços deixados pelo adversário, o Flamengo seguia criando as melhores chances. Aos 20 minutos, Gabigol recebeu de Arrascaeta e finalizou para outra boa intervenção do arqueiro vascaíno.

Aos 27, o árbitro de vídeo entrou em ação: em bola rebatida na área, Renê chutou, o zagueiro Werley tentou afastar e Bruno Henrique marcou. Porém, após revisar o lance, o árbitro Rodrigo Nunes de Sá marcou impedimento do atacante rubro-negro.

Melhor em campo, o Flamengo aumentou aos 32: Arrascaeta pressionou o lateral Cáceres e roubou a bola. Na sequência, cruzou, Fernando Miguel evitou o gol de Gabigol e, no rebote, novamente, Bruno Henrique marcou. Este foi o quinto gol do atacante em clássicos neste ano.

Com boa vantagem, o técnico do Flamengo, Abel Braga, colocou Vitinho, Diego e Lincoln em campo e apenas administrou o jogo para garantir uma importante vantagem para o duelo de volta.