Feijoada de São Jorge terá apresentações de choro e samba

Com entrada gratuita, evento cultural fará homenagem a São Jorge e a Pixinguinha

Por Sara Schuabb
19/04/19 - 15:57
Feijoada de São Jorge terá apresentações de choro e samba Meu Chapéu Virou Pandeiro apresentará um repertório em homenagem ao mestre do choro, Pixinguinha | Foto: Divulgação/Meu Chapéu Virou Pandeiro

Em homenagem ao padroeiro do estado do Rio de Janeiro, São Jorge, e ao aniversário do mestre do choro, Pixinguinha, o Cantinho do Papagaio, em Córrego Dantas, distrito de Nova Friburgo, promoverá uma feijoada com muito samba e choro no feriado de terça-feira, 23 de abril, a parir das 12h. O evento tem entrada gratuita e contará com apresentação dos grupos Meu Chapéu Virou Pandeiro, Filhas de Bamba e Remexe Samba. Quem quiser provar da feijoada, o prato custará R$ 15.

Meu Chapéu Virou Pandeiro toca clássicos de choro, maxixe, samba, lundu, baião e também composições próprias. Segundo o historiador e pandeirista do grupo, Leonardo Benvenutti, o evento pretende homenagear o grande precursor do choro, Pixinguinha, que, coincidentemente, faz aniversário no Dia de São Jorge. “O primeiro gênero genuinamente brasileiro é o choro, feito por barbeiros e carteiros, que tinham suas profissões, mas estudavam instrumentos. Depois veio o samba. Pixinguinha revolucionou o choro inventando o contraponto. E nosso repertório será um apanhado dos grandes choros e chorões. Também tocaremos Chiquinha Gonzaga, que se destacou na música sofrendo preconceitos em uma sociedade patriarcal, além de Ernesto Nazaré e o grande Jacó do Bandolim”, diz.

Filhas de Bamba vão levar clássicos do Samba em homenagem a São JorgeFilhas de Bamba vão levar clássicos do Samba em homenagem a São Jorge | Foto: Divulgação/Filhas de Bamba

As Filhas de Bamba, composta pelas irmãs Giselle Lutterbach no violão e no comando da voz principal, e Nathalia Lutterbach, percussionista, vão levar clássicos do samba, como Nelson Cavaquinho, Cartola, mas também sucessos de MPB de Ana Carolina e Seu Jorge, além de trabalhos autorais como as músicas "Contramão" e "Alô Boemia". Em suas apresentações, as irmãs costumam formar rodas de samba, juntando o público e sambistas de todas as idades.

"A ligação do samba com a religiosidade africana é muito presente. O canto atinge a alma e, enquanto eu puder levar energia boa através da música, o show das Filhas de Bamba será sempre transformador. Nosso lema é sair mais feliz do que chegou”, diz Giselle Lutterbach.

Ao som do cavaquinho e do pandeiro, o grupo Remexe Samba também pretende animar a roda na 3ª Feijoada de São Jorge.

O Cantinho do Papagaio fica na Rua Newton Braga, Córrego Dantas, Nova Friburgo. Mais informações no (22) 2523-4902.