Bombeiros de Teresópolis detalham cuidados ao se fazer trilha após pastor se perder e ser resgatado

De acordo com o 16º GBM, o religioso pegou um caminho diferente na volta e não encontrou a saída

Por Matheus Oliveira - 05 de Fevereiro de 2019, 10:25
Bombeiros de Teresópolis detalham cuidados ao se fazer trilha após pastor se perder e ser resgatado Bombeiros de Teresópolis realizaram resgate do pastor Jorce Costa no último domingo | Foto: Divulgação/ Corpo de Bombeiros

O resgate do pastor Jorce Costa, de 62 anos, no último domingo, dia 3 de fevereiro, quando entrou na Serra dos Cavalos para orar e se perdeu ao tentar retornar chama a atenção para os cuidados que se deve ter ao se realizar uma trilha, sendo necessário alguns cuidados.

De acordo com major Bernardino, do Corpo de Bombeiros, realizar uma trilha sozinho não é aconselhável e mesmo acompanhado é necessário se preparar bem antes de realizar a atividade.

“Temos de ressaltar que realizar uma trilha sozinho não é aconselhável, sendo necessário a companhia de um profissional capacitado e que a conheça. É importante se preparar bem e conhecer o caminho, coisa que normalmente o guia sabe fazer. Além disso, é importante ter o equipamento adequado, saber a previsão do tempo e a duração do percurso.”, afirma, antes de completar.

“Nós recebemos relatos de pessoas perdidas em trilhas corriqueiramente porque muitas pessoas fazem isso pela vontade de praticar esportes. Então, esses cuidados são importantes pois, ao fazer uma trilha, a pessoa está exposta a vários riscos severos, como a possibilidade de queda e até encontrar animais pelo caminho”, declara.

Entenda o caso

Buscando jejuar e orar, o pastor Jorce Costa, 62 anos, entrou na Serra dos Cavalos, em Teresópolis, e acabou se perdendo na hora de retornar, sendo resgatado na manhã do último domingo, dia 3 de fevereiro, por homens do 16º Grupamento de Bombeiros Militar (GBM) de Teresópolis. Segundo os bombeiros, ele foi localizado por volta das 6h30 e contou aos oficiais que ficou na mata por sete dias.

De acordo com os militares, ele avisou a um fiel de sua igreja, que acionou o Corpo de Bombeiros. O pastor foi encontrado com a ajuda da aeronave do Grupamento de Operações Aéreas (GOA), conforme detalhou o Major Bernardino.

“Fomos informados, ainda no sábado, que o pastor estava perdido e em seguida mandamos uma equipe de três militares para o local. Ele desceu por uma trilha de fácil acesso e quando tentou retornar, passou pelo Vale da Revolta, um outro caminho, mas de maior dificuldade. Nas primeiras horas de domingo, aumentamos a equipe para seis bombeiros e iniciamos as buscas com a ajuda da aeronave, que localizou o pastor e lhe deu comida. Depois, com a orientação dos oficias do GOA, nossa equipe o encontrou”, explica o major Bernardino.

Segundo informações do Corpo dos Bombeiros, o pastor tinha ferimentos leves no rosto em razão de galhos de árvores da mata. Em seguida, ele foi encaminhado para o Hospital das Clínicas de Teresópolis, deu entrada no pronto-socorro, foi atendido e liberado ainda no domingo.